Hospitais recebem remédios do 'kit intubação' com rótulos em mandarim 

Entidades médicas pediram ajuda ao Ministério da Saúde para evitar erros

Sandro Zeppi, da CNN, em São Paulo 
23 de abril de 2021 às 17:30

Parte medicamentos do chamado kit intubação enviados nos últimos dias a hospitais pelo Brasil vieram com uma dificuldade técnica para os profissionais responsáveis por manuseá-los: os rótulos, redigidos em mandarim e não em português.

Apesar da tradução de algumas orientações, cinco entidades médicas pediram clareza para evitar erros durante a aplicação dos insumos, necessários para o atendimento de pacientes com formas mais graves da Covid-19.

Associações da área da saúde questionaram o ocorrido e pediram providências. Uma delas foi a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), que destacou que a rotulagem dos medicamentos é necessária para aumentar a segurança dos pacientes. 

Outro pedido foi para que as informações passadas até o momento sejam impressas e colocadas em locais visíveis, onde os profissionais de saúde manipulam o conteúdo do kit, como farmácias, ambulatórios e Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A carta com as solicitações foi enviada ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), ao Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e ao Ministério da Saúde.

Hospitais receberem kit intubação com rótulos em mandarim
Entidades médicas pediram ajuda após hospitais receberem kit intubação com rótulos em mandarim (23.abr.2021)
Foto: Reprodução / CNN