Segunda etapa de vacinação contra gripe tem início nesta terça-feira

Nova fase da campanha visa imunizar idosos com mais de 60 anos e professores

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
11 de maio de 2021 às 04:30
Vacina contra a gripe
Para especialista em medicina, com o novo coronavírus se espalhando cada vez mais, distribuir a vacina contra influenza se torna ainda mais urgente
Foto: Valentyn Ogirenko - 14.ago.2019 / Reuters

Tem início nesta terça-feira (11) a segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a gripe. Nesta fase, a ação é destinada a idosos com mais de 60 anos e professores. Cerca de 33 milhões de pessoas deverão ser imunizadas nessa etapa da campanha.

Promovida em todo o território nacional, a vacinação teve início no mês passado e a estimativa é de imunizar 79,7 milhões de pessoas, de acordo com o ministério da Saúde.

Na terceira fase, que ocorre entre 9 de junho e 9 de julho, cerca de 22 milhões de pessoas devem ser vacinadas. Fazem parte do terceiro grupo os integrantes das Forças Armadas, de segurança e de salvamento; pessoas com comorbidades, condições clínicas especiais ou com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes em medidas socioeducativas.

Doses aplicadas 

Segundo dados do governo divulgados na segunda-feira (10), já foram aplicadas 6,9 milhões das 27,3 milhões de doses distribuídas a todos os estados.

A campanha teve início no dia 12 de abril com a vacinação de crianças entre seis meses e seis anos, povos indígenas, trabalhadores da área da saúde, gestantes e mulheres puérperas (que estão no período de até 45 dias após o parto).  

Pessoas que tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para tomar o imunizante contra a gripe, orientam as autoridades de saúde.