Butantan entrega ao PNI mais 2,2 milhões de doses da Coronavac nesta sexta (18)

Instituto retomou entregas de doses ao governo federal no dia 11 de junho; são mais de 52 milhões de doses entregues até agora

Anna Gabriela Costa e Tainá Falcão, da CNN, em São Paulo
18 de junho de 2021 às 08:21 | Atualizado 18 de junho de 2021 às 09:24
Caixa com doses da Coronavac, vacina contra Covid-19
Caixa com doses da Coronavac, vacina contra Covid-19
Foto: Amanda Perobelli - 22.jan.2021/Reuters

O Instituto Butantan entrega nesta sexta-feira (17) uma nova remessa com 2,2 milhões de doses da vacina Coronavac, destinadas ao Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde. Com isso, o Butantan já entregou mais de 52 milhões de doses ao governo federal.

O lote, que faz parte do segundo contrato com o governo federal, é o terceiro a ser liberado nesta semana. Na segunda-feira (14), um milhão de doses foram entregues ao governo federal; já na quarta-feira (16), o governo recebeu outro lote com um milhão de imunizantes contra a Covid-19.

Na última sexta-feira (11), o Instituto Butantan retomou as entregas após paralisar a produção por falta do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) e entregou 800 mil doses ao PNI. Ao longo deste mês, mais de 5 milhões de doses devem ser liberadas. 

O novo lote com 5 milhões de doses está sendo produzido a partir dos 3 mil litros de IFA recebidos em 5 de maio. O envase da matéria-prima foi iniciado no último dia 27 e terminou na madrugada do dia 30. Parte das doses já envasadas encontra-se em outras etapas do processo produtivo, como inspeção de controle de qualidade.

Um novo lote de 6 mil litros de IFA para a produção de mais 10 milhões de doses deverá chegar a São Paulo no dia 26. O Butantan precisa de 24 mil litros de IFA para chegar a 100 milhões de doses, o que representa os dois contratos com o Ministério da Saúde.