Instituto Butantan entrega mais 1 milhão de doses da Coronavac

Vice-governador e secretário de Saúde também afirmaram que a campanha de vacinação contra a Covid terá nova fase a partir de janeiro de 2022

Anthony Wells, da CNN, em São Paulo
19 de julho de 2021 às 09:00 | Atualizado 19 de julho de 2021 às 10:23

O Instituto Butantan entregou um lote de mais de 1 milhão de doses da vacina Coronavac ao Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, na manhã desta segunda-feira (19).

A entrega foi acompanhada pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), substituto do governador João Doria na ocasião - que se recupera de uma reinfecção por coronavírus.

Garcia e o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, evitaram falar em uma terceira dose da Coronavac, mas confirmaram o recomeço da campanha de vacinação contra a Covid a partir do dia 17 de janeiro de 2022. 

Esse novo lote de vacinas faz parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. O Butantan trabalha para completar, até o fim de agosto, 100 milhões de vacinas disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunização (PNI), antecipando o prazo contratual.

Na madrugada de terça (13), o Instituto recebeu carga recorde de 12 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar outras 20 milhões de doses. Uma nova remessa de IFA, com mais 12 mil litros, deve chegar até o final deste mês.

Na coletiva, o vice-governador informou que Doria "passa muito bem" e está assintomático. "Ele teve sintomas leves até sábado, mas melhorou ontem e já está coordenando, virtualmente, as reuniões com o secretariado", declarou.