SP tem menos de 14 mil internados por Covid-19 após cinco meses acima da marca

Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 61% e, na Grande São Paulo, de 56,5%

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
20 de julho de 2021 às 20:11 | Atualizado 21 de julho de 2021 às 09:31

Após cinco meses acima da marca na taxa de internações por Covid-19, o estado de São Paulo registrou nesta terça-feira (20) 13.838 hospitalizações, sendo 6.644 em enfermaria e 7.194 em leitos de Terapia Intensiva.

A última vez que o número de internações esteve abaixo deste patamar no estado foi em 23 de fevereiro. No pico da segunda onda da pandemia, houve mais que o dobro de pessoas hospitalizadas por Covid-19 em São Paulo.

De acordo com o governo paulista, mas de 3,62 milhões de pessoas já se recuperaram da doença no decorrer da pandemia.

Entretanto, São Paulo ainda é o estado brasileiro mais atingido pela pandemia do novo coronavírus, com o maior número de mortes e contaminações. São, até esta terça-feira, 3.947.574 infecções e 135.490 mortes causadas pela doença. 

Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 61% e, na Grande São Paulo, de 56,5%.

O governo atribui as quedas em internações à campanha de vacinação contra a Covid-19 e às estratégias de prevenção e enfrentamento da doença.