Estado de São Paulo tem mais de 72% dos adultos vacinados contra a Covid-19

Mais de 33,1 milhões de doses foram aplicadas em todo o estado. Segundo o governo, uma em cada quatro pessoas acima de 18 anos já completou o esquema vacinal

Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo
22 de julho de 2021 às 12:16
Idosa cega e surda é vacinada contra Covid-19 em São Paulo
Idosa cega e surda é vacinada contra Covid-19 em São Paulo
Foto: Divulgação/Governo de SP (18.mai.2021)

Com mais de 33,1 milhões de doses aplicadas, o estado de São Paulo superou, nesta quinta-feira (22), a marca de 72% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose contra a Covid-19. Ainda de acordo com o governo, uma em cada quatro pessoas acima de 18 anos já completou o esquema vacinal. O estado prevê a imunização de todos os adultos até o dia 20 de agosto.

Cerca de 25,3 milhões de pessoas receberam, até esta quinta-feira, pelo menos uma dose, considerando a primeira e o esquema de dose única. Pelo menos 8,8 milhões de pessoas estão com o esquema vacinal completo, sendo 7,8 milhões que tomaram a segunda dose e mais 1 milhão que receberam a dose única (vacina da Janssen).

Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020, a população adulta de São Paulo chega a 35,3 milhões. O governo afirmou que pretende vacinar este público com pelo menos uma dose até dia o 20 de agosto.

De acordo com o governo, o ritmo de vacinação permanece acelerado em relação aos meses de maio e junho. Na última segunda-feira (19), foram registradas mais de 500 mil doses.

Público com 29 e 28 anos será vacinado na próxima semana na capital

O prefeito da cidade de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), informou, em coletiva de imprensa, que a capital iniciará a vacinação contra a Covid-19 do público com 29 e 28 anos na próxima semana.

Terça-feira (27) e quarta (28) serão os dias dedicados à vacinação das pessoas com 29 anos. Já na quinta (29) e sexta (30) será a vez das pessoas com 28 anos procurarem a primeira dose do imunizante.  

*Com informações de Anthony Wells, da CNN, em São Paulo