Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Agência dos EUA aprova vacina da Pfizer para recém-nascidos contra vírus respiratório

    Pfizer disse que a vacinação materna poderia evitar até 16 mil hospitalizações devido ao VSR a cada ano, se a vacina fosse aplicada universalmente

    Jamie Gumbrechtda CNN

    A Food and Drug Administration dos EUA aprovou, nesta segunda-feira (21), a primeira vacina que protege os recém-nascidos do vírus sincicial respiratório, conhecido como VSR. A vacina, produzida pela Pfizer, é administrada às mães no final da gravidez e oferece proteção aos bebês durante os primeiros seis meses de vida.

    Em um teste com mais de 7 mil grávidas e seus bebês, a vacina, chamada Abrysvo, cortou o risco de que os bebês precisassem consultar um médico ou serem internados no hospital.

    O VSR é uma doença comum e a principal causa de hospitalização em bebês e idosos a cada ano. Normalmente atinge mais duramente durante os meses de inverno, e a última temporada foi mais longa do que o normal, sobrecarregando os hospitais infantis.

    “O VSR é uma causa comum de doença em crianças, e os bebês estão entre aqueles com maior risco de doença grave, que pode levar à hospitalização”, disse o Dr. Peter Marks, diretor do Centro de Avaliação e Pesquisa Biológica da FDA, em um comunicado. “Esta aprovação oferece uma opção para profissionais de saúde e gestantes protegerem bebês dessa doença potencialmente fatal”.

    Depois de décadas de estudo e tentativas fracassadas de desenvolver vacinas contra o VSR , agora existem várias ofertas para proteger contra o vírus, incluindo uma vacina de anticorpo recentemente aprovada que pode ser administrada a todos os bebês após o nascimento, além de novas vacinas para pessoas com 60 anos ou mais.

    “A aprovação da ABRYSVO como a primeira e única imunização materna para ajudar a proteger os recém-nascidos desde o nascimento até seis meses do VSR é um marco significativo para a comunidade científica e para a saúde pública”, disse Annaliesa Anderson, vice-presidente sênior e diretora científica da pesquisa de vacinas da Pfizer.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original