Agência regulatória dos EUA aprova medicamento para câncer de pulmão

Tratamento age em câncer causado por células não pequenas, o mais comum entre os diagnosticados

Teste de sangue poderá detectar cerca de 50 tipos de câncer
Teste de sangue poderá detectar cerca de 50 tipos de câncer Foto: Getty Images (Thana Prasongsin)

Dania Nadeemda Reuters

Ouvir notícia

A companhia japonesa Takeda Pharmaceutical Co. informou, na quarta-feira (15), que a agência regulatória dos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA), aprovou o medicamento Exkivity como tratamento para um tipo de câncer no pulmão.

A Takeda afirmou que a aprovação foi baseada em testes ainda em andamento com 114 pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas.

Os resultados mostraram respostas significativas com duração média de 18 meses.

O Exkivity foi aprovado com inserções de uma mutação genética específica chamada EGFR Exon 20 em células não pequenas de câncer de pulmão, e deve ser aplicado nos pacientes em que a doença progrediu durante ou após a quimioterapia.

A empresa disse que a aprovação da indicação ainda está passível de verificação e descrição dos benefícios clínicos, que serão feitos em um teste confirmatório.

O câncer de pulmão com células não pequenas é a forma mais comum da doença, e acomete cerca de 85% dos 2.2 milhões de casos do câncer diagnosticados todos os anos, afirma a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O medicamento contém um informe na embalagem alertando sobre possíveis riscos de toxicidade para o coração, doença no pulmão e arritmia cardíaca.

Mais Recentes da CNN