Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Anvisa recomenda flexibilização de regras para receber brasileiros repatriados da Ucrânia

    Anvisa foi consultada formalmente, pela Casa Civil, sobre os protocolos necessários para repatriação de brasileiros originários da área de conflito.

    Os jogadores de futebol brasileiro Marlon Santos, do time ucraniano Shakhtar Donetsk e Bruno Ernandes, do Gornyak-Sport desembarcam no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (1°)
    Os jogadores de futebol brasileiro Marlon Santos, do time ucraniano Shakhtar Donetsk e Bruno Ernandes, do Gornyak-Sport desembarcam no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (1°) Tânia Rêgo/Agência Brasil

    Basília Rodriguesda CNN

    Brasília

    Ouvir notícia

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda a flexibilização das regras sanitárias para receber brasileiros que voltem para o Brasil fugindo dos conflitos na Ucrânia. A Anvisa foi consultada formalmente, pela Casa Civil, sobre os protocolos necessários para repatriação de brasileiros originários da área de conflito.

    Como a CNN divulgou nesta quarta-feira (2), o Brasil mudou a posição e passou a intensificar as ações para retirada dos brasileiros do local conflagrado pela invasão russa. Haverá envio de um avião da FAB (Força Aérea Brasileira). A Anvisa recomendou que toda tripulação, composta por funcionários do Itamaraty e do Ministério da Defesa, esteja vacinada e munida de máscaras extras e testes rápidos.

    A Anvisa ainda não detalhou quais serão as regras. A ideia, afirmam fontes do governo, é permitir que brasileiros, não imunizados contra Covid-19, possam embarcar na Ucrânia e tenham a oportunidade de serem vacinados no Brasil.

    “Na chegada de tais viajantes em solo nacional, a Anvisa adotará as medidas sanitárias e de saúde compatíveis com a situação sensível desses viajantes”, informa a Anvisa. A agência está prestando assessoramento técnico ao governo sobre o assunto e afirma que leva em conta a excepcionalidade da situação.

    “A premissa é de que o mais relevante, neste momento, é acolher os brasileiros e seus familiares. Para tanto, a recomendação da Agência é no sentido de que os atuais requisitos sanitários exigidos para o ingresso no país sejam flexibilizados e adotadas, em voos, as medidas possíveis necessárias à proteção da saúde dos viajantes”, ressaltou a Anvisa.

    Mais Recentes da CNN