Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aprendizado com a Covid será usado para a varíola dos macacos, diz gerente da Anvisa

    À CNN Rádio, Nélio César de Aquino afirmou que situação é “um pouco mais confortável” do que a vivida com o coronavírus

    Exame para diagnóstico de varíola dos macacos
    Exame para diagnóstico de varíola dos macacos Max Gomes/IOC/Fiocruz

    Amanda Garciada CNNLudmila Candal

    Ouvir notícia

    O gerente-geral de medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Nélio César de Aquino, avalia que o aprendizado obtido durante toda a pandemia de Covid-19 vai ajudar, agora, a enfrentar o surto de varíola dos macacos.

    Em entrevista à CNN Rádio, ele afirmou que “a organização interna da Anvisa agora é outra”: “A gente já tem equipe que está acostumada a momentos de crise, o aprendizado foi grande com a Covid-19 e vai ser usado para esse período.”

    O especialista destaca também que a situação é “um pouco mais cômoda” do que com a Covid, já que há produtos no mercado – a exemplo de kits de testagem, medicamentos e vacinas – contra a varíola dos macacos.

    A criação do Comitê Técnico da Emergência Monkeypox foi anunciada na última quarta-feira (27) pela Anvisa, com o objetivo, de acordo com Nélio de Aquino, de agilizar ao máximo as análises de medicamentos e vacinas contra a doença.

    Essa etapa também será influenciada pela herança obtida durante a crise da pandemia: “A gente teve aprendizado com interlocução e cooperação internacional, especialmente no desenvolvimento das vacinas, para acelerar o processo, é o que chamamos de confiança regulatória, para tratar com outras autoridades e evitar duplicidade de atuação.”

    O comitê é constituído por servidores da Anvisa e deve atuar para estabelecer um diálogo com a sociedade acadêmica e coordenar ações em todas as frentes contra a varíola dos macacos.

    Mais Recentes da CNN