Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aprovação da Coronavac depende da consolidação de dados, diz infectologista

    O infectologista Renato Grinbaum explicou que a aprovação da Coronavac depende apenas dos documentos apresentados pelo Instituto Butantan à Anvisa

    Da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    Em entrevista à CNN, o infectologista Renato Grinbaum explicou que a aprovação da Coronavac depende apenas dos documentos apresentados pelo governo de São Paulo e o Instituto Butantan à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que pediu novos dados sobre as informações divulgadas. 

    Leia também:
    Butantan envia novos dados para Anvisa e reduz pendências para análise de vacina
    Doria cobra ‘senso de urgência’ da Anvisa para aprovar Coronavac
    Casos de Covid-19 ao redor do mundo superam 90 milhões

    “Acredito que haja seriedade no processo, então esses dados devem estar disponíveis nessa semana. A vacina já foi testada em vários países, então é uma questão de consolidação de dados”, disse o médico. 

    Grinbaum ainda comentou sobre o futuro da imunização contra o Covid-19.

    “As defesas que produzimos naturalmente com outros coronavírus mais leves são muito transitórias, portanto é possível que tenhamos que nos vacinar a cada dois ou três anos.”

    Caixas da Coronavac, vacina chinesa contra o coronavírus
    Caixas da Coronavac
    Foto: China Daily /Reuters

    Mais Recentes da CNN