Brasil tem 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmados

São Paulo e Rio de Janeiro são os estados que concentram o maior número de registros de COVID-19; 63% dos casos estão na região Sudeste

Guilherme Venaglia

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O número de novos casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou para 7.910, informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (2). O número de mortos pela COVID-19 chegou a 299, com o maior registro de novos óbitos para um único dia — 58. 

O boletim epidemiológico mostra que se mantém a frequência de cerca de 1.000 novos casos por dia, marca que vem se mantendo desde terça-feira (30). No boletim desta quinta são 1.076 casos novos de COVID-19. 

Os estados de São Paulo (3.506) e Rio de Janeiro (992) seguem concentrando o maior número de casos no país. Na sequência, aparecem o Ceará (550), Distrito Federal e Minas Gerais (370) e o Rio Grande do Sul (334).

Das 27 unidades federativas, todas registram casos do novo coronavírus, com mortes sendo reportadas em 22 deles. 

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde - 02/04
Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde – 02/04
Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

Perfil das vítimas

Das 299 mortes, 256 já foram analisadas pelo Ministério da Saúde. Segundo a pasta, 57,8% das vítimas fatais são homens e 42,2% são mulheres. Ao todo, 89% dos óbitos analisados (227) são de pessoas com mais de 60 anos.

O índice de pessoas que possuíam comorbidades, isto é, doenças pré-existentes que são consideradas grupos de risco para o novo coronavírus. A comorbidade mais frequente é a cardiopatia (152 casos), seguida pela diabetes (102 casos), pneumopatia (42 casos) e doença neurológica (30 casos). 

Mais Recentes da CNN