Brasil tem maior índice de transmissão de Covid dos últimos 10 meses, diz estudo

Transmissões estavam desacelerando no país até as vésperas do Natal

Alisson Negrinida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil alcançou um índice de transmissão de Covid-19 de 1,3 nos primeiros dias de 2022, o maior índice desde março de 2021, quando a pandemia caminhava para seu pico, segundo estudo divulgado nesta terça-feira (11).

Os números apontam que houve um salto depois das festas de final de ano.

No dia 20 de dezembro, o índice de transmissão do coronavírus no país estava em 0,90, segundo análise de dados da plataforma Info Tracker, que pertence a USP e Unesp, o que significa que havia uma desaceleração da pandemia.

O índice abaixo de 1 indica que há menos de uma pessoa sendo contaminada por cada paciente que já tenha a doença, o que significa uma redução de casos.

No último levantamento, porém, houve uma reversão, com o índice superando 1 ponto. Atualmente, portanto, cada pessoa que contrai o coronavírus transmite para 1,3, na média.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 34.788 casos de Covid-19 e 110 óbitos pela doença.

Retorno de restrições

O aumento no número de casos tem gerado cancelamento de voos e novas restrições. As companhias aéreas Azul e Latam confirmaram nos últimos dias que estão cancelando e remanejando voos por conta do avanço de casos de Covid-19 e de Influenza entre a tripulação e na população geral.

A Latam informou em comunicado nesta segunda-feira que cancelou 111 voos previstos até o dia 16 de janeiro. Na última semana, mais de 100 voos da Azul também foram cancelados.

Além disso, algumas capitais anunciaram o aumento de restrições para tentar conter o aumento de casos.

Em São Paulo, por exemplo, a exigência do passaporte da vacina deixou de ser apenas para eventos com mais de 500 pessoas e passou a ser universal.

Já Salvador retomou a limitação de público em grandes eventos e adoção de passaporte em bares e restaurantes.

São Luiz, que havia desobrigado o uso de máscaras, restabeleceu a obrigação de sair de casa apenas com a proteção facial.

Veja as novas restrições de algumas capitais brasileiras:

  • Macapá (AP): limitação de público em eventos
  • Campo Grande (MS): retomada das barreiras sanitárias
  • Fortaleza (CE): todos os eventos programados foram cancelados pela Prefeitura
  • Recife (PE): passaporte da vacina começa a vigorar
  • Manaus (AM): todos os eventos foram cancelados
  • Salvador (BA): limitação de público em grandes eventos e adoção de passaporte em bares e restaurantes
  • Teresina (PI): restrição de horário no comércio
  • São Luiz (MA): uso de máscara volta a ser obrigatório
  • São Paulo (SP): adoção de passaporte da vacina para qualquer evento

Com informações de Juliana Elias e Raphael Coraccini, da CNN

Mais Recentes da CNN