Brasil tem novo recorde em média móvel de casos de Covid-19 desde o início da pandemia

Média móvel de casos - considerando os últimos sete dias - está em 133.350; país teve 238 mortes e 147.393 casos nas últimas 24 horas

Fila de pessoas para fazer teste de Covid-19 no Rio de Janeiro
Fila de pessoas para fazer teste de Covid-19 no Rio de Janeiro 06/01/2022REUTERS/Ricardo Moraes

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 238 mortes e 157.393 novos casos de Covid-19, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) neste sábado (22).

A média móvel de casos — considerando os últimos sete dias — está em 133.350, a maior desde o início da pandemia, segundo dados do Conass. A média móvel de óbitos pela Covid-19 está em 261, o pico foi registrado em 12 de abril de 2021, com média de 3.124 óbitos a cada sete dias.

Com a atualização dos números, o país já soma 622.801 mortes e 23.909.175 contaminações causadas pelo novo coronavírus.

São Paulo, Minas Gerais e Paraná são os estados com o maior número de contaminados pela doença, todos ultrapassaram a marca de 1 milhão de casos. São Paulo tem 4.545.225 casos, Minas Gerais tem 2.489.776 e o Paraná registrou 1.804.018 contaminações.

Em número de mortes, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais lideram o ranking dos estados brasileiros.

Estudos mostram que terceira dose protege melhor contra Ômicron

Três novos estudos do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos destacam a importância de obter a dose de reforço da vacina para fornecer a melhor proteção contra a Ômicron.

Estes são os primeiros dados da vida real a examinar os intensificadores de efeito contra a variante Ômicron da Covid-19, que agora responde por mais de 99% dos casos de coronavírus no país.

Os estudos, divulgados nesta sexta-feira (21), levantam a questão de saber se as pessoas com apenas duas doses de vacina ainda devem ser consideradas totalmente vacinadas.

“Acho que temos que redefinir ‘totalmente vacinado’ aqueles com três doses”, disse William Schaffner, consultor de vacinas de longa data do CDC que não esteve envolvido nos estudos.

Mais Recentes da CNN