Butantan entrega mais 4 milhões de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

Com a entrega desta segunda-feira (23), o Programa Nacional de Imunização (PNI) já recebeu mais de 78 milhões de doses da Coronavac

Funcionários do Butantan organizam ampolas da CoronaVac
Funcionários do Butantan organizam ampolas da CoronaVac 22/01/2021REUTERS/Amanda Perobelli

Rafaela Larada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Instituto Butantan entregou mais 4 milhões de doses da Coronavac ao Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (23).

Com o novo lote, o governo de São Paulo e o Butantan atingem a marca de 78,8 milhões de imunizantes fornecidos à pasta para vacinação de brasileiros. A marca de 100 milhões de doses entregues deve ser atingida até o final deste mês, segundo o governador João Doria (PSDB).

“Até 31 de agosto, concluiremos a totalidade das 100 milhões de doses da vacina do Butantan para o Programa Nacional de Imunizações, antecipando em 30 dias a data limite para a entrega das vacinas. A partir do dia 1º de setembro, nós atenderemos governadores e prefeitos que solicitaram a Coronavac para a complementação dos seus programas vacinais”, disse Doria.

A entrega desta segunda faz parte da leva de vacinas fabricadas com o lote recorde de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) entregue pela farmacêutica chinesa Sinovac ao Butantan em 13 de julho. Na ocasião, o Butantan recebeu 12 mil litros da matéria-prima usada para a fabricação dos imunizantes.

A matéria-prima foi envasada no complexo fabril do Butantan, na zona oeste da cidade de São Paulo, e passou por etapas como embalagem, rotulagem e controle de qualidade das doses.

As vacinas liberadas nesta manhã fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de doses.

O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. As entregas foram iniciadas em 17 de janeiro deste ano, quando o uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mais Recentes da CNN