Casos de Covid-19 em idosos que vivem em asilos no Rio caem 80%

Mais de 7 mil idosos institucionalizados foram imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro

Idosos se preparam para a vacinação no Rio de Janeiro
Idosos se preparam para a vacinação no Rio de Janeiro Foto: Alexandre Brum/Enquadrar/Estadão Conteúdo

Beatriz Puente e Pauline Almeida, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A Prefeitura do Rio de Janeiro identificou uma queda de 80% nos casos de Covid-19 em idosos que vivem em instituições de longa permanência, como asilos. 

No mês de março, foram identificadas apenas oito pessoas que testaram positivo para o vírus nesses locais. Em janeiro deste ano, foram 41 casos registrados.

Grupo prioritário na campanha de vacinação nacional, mais de 7 mil idosos institucionalizados foram imunizados com as duas doses da vacina na cidade do Rio de Janeiro. Em todo o estado, são mais de 12 mil.

Mais de 80% dos idosos com 60 anos ou mais receberam a primeira dose na capital fluminense. A prefeitura espera vacinar todo o grupo até o dia 26 de abril, aplicando de 100 a 130 mil doses na próxima semana.

O secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, prevê que o calendário de vacinação será mantido se o Ministério da Saúde continuar com as entregas duas vezes por semana das doses da Fiocruz e uma vez por semana da vacina do Butantan.

“Em relação às doses de vacina, isso é uma preocupação imensa porque a gente está sempre no limite da interrupção do calendário. Foi uma estratégia da cidade do Rio de Janeiro fazer um calendário bastante acelerado, é uma das capitais que mais vacinou idosos até agora. A gente tem mais de 80% dos nossos idosos já vacinados “, afirmou Soranz.

Nesta semana, a cidade do Rio vacinará profissionais de saúde, profissionais da educação e idosos. Os trabalhadores da educação com 55 anos ou mais começaram a ser imunizados nesse sábado (17)

Uma segunda etapa, para servidores com 50 anos ou mais, acontece no dia 24 de abril. E a partir do dia 26, está previsto o início da campanha para pessoas com comorbidades, deficiência e profissionais de limpeza.

Mais de 1,2 milhão de cariocas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, pouco mais de 18% da população. Desse total, 327 mil receberam também a segunda dose.

Mais Recentes da CNN