Cidade de São Paulo vacina pessoas de 46 anos a partir desta segunda-feira

Prefeitura estima que mais de 170 mil pessoas nessa faixa etária receberão a vacina contra Covid-19; novas datas de calendário serão divulgadas nesta segunda

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A cidade de São Paulo começa a vacinar nesta segunda-feira (28) contra a Covid-19 as pessoas com 46 anos. 

Todos os mais de 600 pontos de vacinação do município estarão em funcionamento e receberão também pessoas dos grupos que já se encontram elegíveis e ainda não se vacinaram.

A prefeitura estima que nesta faixa etária serão imunizadas pouco mais de 170 mil moradores da capital com alguma das vacinas disponibilizados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Em nota, a prefeitura informou que enviou 100 mil doses do imunizante da Janssen recebidas no sábado (26) às 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para aplicar neste público alvo.

São Paulo também reservou 14 mil doses dessa vacina – que é aplicada em dose única – para concluir a vacinação de pessoas em situação de rua com mais de 18 anos de idade.

 De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, é preciso apresentar no ato da vacinação um comprovante de residência juntamente com documentos pessoais, preferencialmente CPF e cartão do SUS.

Também nesta semana, na terça-feira (29), a prefeitura começará a vacinar as pessoas com 45 anos de idade. 

Profissional da saúde prepara vacina contra Covid-19 em Santos (SP)
Profissional da saúde prepara vacina contra Covid-19
Foto: Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo (22.jun.2021)

Em entrevista à CNN, o secretário municipal de saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou que o calendário escalonado com as demais datas e públicos-alvo será atualizado nesta segunda-feira (28) pela prefeitura.

“Acreditamos que com o planejamento que fizemos com a secretaria estadual de Saúde e com o Ministério da Saúde possamos vacinar até 15 de setembro, pelo menos com uma dose, toda a população elegível acima de 18 anos”, disse o secretário.

Para controlar as filas causadas pela vacinação, a prefeitura lançou a plataforma de monitoramento “De olho na fila”, que permite o acompanhamento em tempo real das pessoas que estão se vacinando. O site abarca todas as unidades básicas de saúde, os postos drive-thru e os megapostos.

Mais Recentes da CNN