Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cidade do Rio de Janeiro tem 70 mil vacinas contra a Covid-19 prestes a vencer

    Capital fluminense estende aplicação da segunda dose de reforço para a população adulta; 3,3 milhões de pessoas estão com doses da vacina em atraso

    Vacinas da AstraZeneca contra a Covid-19 com fabricação 100% nacional pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
    Vacinas da AstraZeneca contra a Covid-19 com fabricação 100% nacional pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Foto: Myke Sena/MS

    Isabelle Salemeda CNN

    no Rio de Janeiro

    A cidade do Rio de Janeiro tem 70 mil doses de vacinas contra a Covid-19 com validade prestes a vencer. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, pelo fluxo diário de pessoas nos postos de imunização, a expectativa é de que os imunizantes sejam aplicados antes do vencimento.

    Atendendo a uma recomendação do Governo do Estado do Rio, a campanha da quarta dose, ou segundo reforço, foi ampliada para a população com 18 anos ou mais.

    A partir desta quinta-feira (28), maiores de idade que tiverem recebido o primeiro reforço há mais de quarto meses podem ir aos postos para completar o calendário vacinal.

    Doses atrasadas

    Quase 3,3 milhões de pessoas estão com doses da vacina em atraso na capital fluminense. Desse total, cerca de 544 mil não completaram o esquema de vacinação primário, tendo recebido apenas a primeira dose.

    Além disso, a cidade conta com cerca de 1,75 milhão de pessoas que não receberam a primeira dose de reforço e 1 milhão de indivíduos que não retornaram para tomar a quarta dose. Para garantir a proteção máxima contra a infecção pelo coronavírus, se faz necessário completar o esquema vacinal de duas doses para as vacinas da Pfizer, AstraZeneca e Coronavac.

    De toda a população adulta, 99,9% tomaram a primeira dose ou dose única, 99,8% estão com as duas doses e 73% com o reforço. Entre as crianças de três e quatro anos, a adesão é menor. Desde o início da aplicação da Coronavac, em 15 de julho, após liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), cerca de 29 mil as crianças foram vacinadas. Em torno de 132 mil crianças estão aptas à vacinação.

    Para receber o imunizante em um posto de saúde, basta apresentar CPF e comprovante de vacinação das doses anteriores. No entanto, pessoas com sintomas gripais não devem receber a vacina antes da realização do teste de Covid-19.