Colômbia tem 1ª morte por variante brasileira de Covid-19

Organização Mundial da Saúde alertou que a epidemia no Brasil coloca em risco países vizinhos

Cientistas estudam variações do coronavírus
Cientistas estudam variações do coronavírus Foto: Phil Noble/Reuters

Por Luis Jaime Acosta, Reuters

Ouvir notícia

A Colômbia confirmou a primeira morte pela variante P1, ou brasileira, do coronavírus, disse o governo do país, acrescentando que a vítima que morreu em janeiro era mais velha e tinha várias comorbidades.

A variante P1 impulsionou uma segunda onda do vírus em São Paulo e Rio de Janeiro, que nesta semana tomaram medidas para apertar restrições à circulação das pessoas. O Brasil registra mais de 275 mil mortes por Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos.

“Um novo caso da variante P1 foi detectado em um adulto idoso em Bogotá com múltiplas comorbidades e que não tinha viajado. Ele foi hospitalizado e morreu em 28 de janeiro”, disse o Instituto Nacional de Saúde em um comunicado na noite de sexta-feira.

A Organização Mundial da Saúde alertou que a epidemia no Brasil coloca em risco países vizinhos como a Colômbia, que relatou os primeiros casos da variante brasileira em janeiro, na cidade amazônica de Letícia.

A Colômbia interrompeu voos da cidade para impedir a propagação da variante, mas disse esta semana que reiniciaria o transporte humanitário sob regras rígidas. O país também proibiu voos de e para o Brasil.

O governo colombiano espera administrar 1 milhão de doses de vacinas contra Covid-19 até 20 de março, pouco mais de um mês após o início da campanha de vacinação. O país registra 2,29 milhões de infecções e quase 61 mil mortes.

Mais Recentes da CNN