Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Correspondente Médico: Atividade física pode evitar internação pela Covid-19?

    Neurocirurgião Fernando Gomes explicou como é possível fortalecer o sistema imunológico com a prática de exercícios

    Da CNN

    Uma pesquisa apontou que o número de internações por Covid-19 é 34% menor entre pessoas que praticam atividade física. O estudo é da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O questionário, que foi realizado pela internet, ouviu 938 brasileiros que foram infectados pelo novo coronavírus entre os meses de junho e agosto. O grupo que já praticava pelo menos 75 minutos de atividade física por semana é o que menos teve que ir aos hospitais para enfrentar a doença.

    Na edição desta terça-feira (24) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes comentou a relação entre uma boa saúde e a prática de atividades físicas, relembrando os benefícios de viver de forma não-sedentária.

    Leia também:
    Vacina russa é 91,4% eficaz no 28º dia após a aplicação e 95% eficaz no 42º dia
    Quando as vacinas contra a Covid-19 estarão disponíveis para os brasileiros?
    OMS diz que ‘aposta mais segura’ é renunciar às festas de Natal e ano-novo

    “Uma coisa é a atividade física regular que traz saúde para o organismo, outra é o esporte profissional, que requer esforço a mais e provoca um estresse no corpo, podendo gerar impacto na imunidade. A gente sabe que a atividade física equilibra o corpo de forma interessante. Ela provoca benefícios relacionados a saúde mental, aparelho cardiovascular e sistema imunológico. A verdadeira trinca da saúde. (…) Trinta minutos por dia de treino misto é capaz de equilibrar seus neurotransmissores, você terá menos ansiedade, estresse e pode evitar a depressão”, explicou Gomes.

    Pessoas fazem exercícios no Parque Ibirapuera, na retomada em São Paulo
    Pessoas fazem exercícios no Parque Ibirapuera, em São Paulo
    Foto: CNN (13.jul.2020)

    (Publicado por: André Rigue)