Correspondente Médico: Brasil tem 180 mil novos casos de trombose por ano

Neurocirurgião Fernando Gomes explicou causas de doença que pode ter sérias implicações, caso um coágulo chegue até o pulmão

Raphael Florêncio, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Na edição desta quarta-feira (12) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou o que é a trombose. A doença causa um coágulo dentro de uma veia e que atinge cerca de 180 mil pessoas no Brasil por ano.

O presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, Bruno Naves, apontou como identificar a trombose

“Se houver um edema ou inchaço de uma perna só, acompanhado ou não de dor, é para começar a desconfiar. Quando há um empastamento muscular da panturrilha, ou seja, a batata da perna fica dura, difícil de mexer, se sente que algo diferente está acontecendo.”

Gomes explicou também que um dos principais riscos da trombose é a embolia pulmonar. “Trombose vem de trombo, que é a formação de um coágulo que entope uma veia, os vasos que levam o sangue da periferia do corpo para o coração. Os membros inferiores são os mais afetados pela trombose, e chamamos isso de trombose venosa profunda.”

“Uma vez que existe a formação de coágulos onde não deve existir, existe a possibilidade do desprendimento desse coágulo (trombo) e ele ‘viaja’ até o coração, impactando depois o pulmão e causando a embolia pulmonar”, detalhou Fernando Gomes, acrescentando que coágulos no pulmão frequentemente levam à morte.

Para a trombose, o médico explicou que os fatores de risco de risco são idade superior a 40 anos, mobilidade reduzida, histórico prévio ou familiar da doença, a presença de varizes e obesidade.

quadro Correspondente Médico
No quadro Correspondente Médico, dr. Fernando Gomes explicou o que é e como prevenir a trombose
Foto: CNN Brasil (12.mai.2021)

 

Mais Recentes da CNN