Covid-19: mais de 500 mil doses de vacinas começam a ser distribuídas no RJ

Cidade do Rio retoma a aplicação da primeira dose nesta quarta-feira (28)

Camille Couto e Isabelle Resende, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Após um atraso na distribuição das vacinas, uma nova remessa chegou ao Rio de Janeiro na noite desta segunda-feira (26). A distribuição das 583.840 doses para os 92 municípios fluminenses começa nesta terça-feira (27) e termina na quarta (28).  

Com isso, a capital carioca, que estava com a vacinação suspensa desde a última sexta-feira (23), volta a vacinar os cariocas com a primeira dose nesta quarta-feira (28), segundo a prefeitura. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o Rio recebeu 266.600 doses de Coronavac para primeira e segunda aplicação e 140.200 de Oxford/Astrazeneca para segunda dose. Outras 177.840 doses de Pfizer para primeira e segunda aplicação também chegaram ao estado.   

A partir das 6 horas, os municípios do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí já podem fazer as retiradas dos respectivos lotes na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da secretaria estadual de Saúde, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. 

Já para os demais municípios, a distribuição será feita nesta quarta-feira (28), por vans e caminhões, com escolta da Polícia Militar, além de aeronaves.  

 “Todas as doses de vacina que recebemos são disponibilizadas imediatamente aos municípios para que possamos continuar avançando na campanha de vacinação no estado”, reforça o secretário de estado de Saúde, Alexandre Chieppe.  

No Twitter, o prefeito Eduardo Paes reforçou a promessa de cumprir a previsão de calendário informada inicialmente.  

“Na quarta retomamos a vacinação e vamos manter as idades previstas para essa semana. Se não houver mais falhas na entrega, nas próximas 3 semanas teremos todos os cariocas acima de 18 anos devidamente imunizados com a primeira dose!  Bora distribuir acelerado”.  

A aplicação da primeira dose foi suspensa na cidade, devido a um atraso na entrega das doses por parte do Ministério da Saúde, segundo a prefeitura. O secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, afirmou que a pasta estaria com doses estocadas e pressionou o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.  

“Infelizmente as 7,5 milhões de doses recebidas pelo Ministério da Saúde nesta semana ainda não tem previsão para distribuição, com o atraso nesta entrega teremos que suspender a aplicação de primeira dose da vacina contra COVID-19.”, informou Soranz.  

De acordo com o novo calendário de vacinação divulgado pela Prefeitura do Rio, na próxima quarta será retomada a vacinação para homens e mulheres, a partir de 34 anos, sendo mulheres pela manhã e homens na parte da tarde. 

Já na quinta e na sexta-feira, será a vez de mulheres e homens de 33 anos, respectivamente. Nesta segunda-feira (26), a cidade do Rio alcançou 30% dos cariocas adultos com esquema vacinal completo, ou seja, com duas doses ou com dose única da vacina contra a Covid-19. 

A capital fluminense contabiliza, até o momento,  27 casos de moradores da cidade confirmados com a variante Delta.  

A investigação epidemiológica ainda está em curso. Mas, de acordo com a secretaria muicipal de saúde, os casos investigados não têm histórico de viagem.  Por isso, a secretaria ressalta a importância da adesão da população à imunização contra a Covid-19, além das medidas preventivas para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Mais Recentes da CNN