Em meio à pandemia, cidade do Rio tem mais de 300 leitos hospitalares fechados

Denúncias recebidas pela CNN mostram duas enfermarias fechadas

Da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

A CNN teve acesso com exclusividade a imagens de duas enfermarias fechadas de Centro de Tratamento Intensivo (CTIs) do Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul do Rio. As duas unidades comportariam, somadas, cerca de 20 pacientes, mas estão fora de uso, neste momento em que o país enfrenta a grave pandemia provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com a  Defensoria Pública do Estado, são 386 leitos que estão bloqueados por toda cidade por diversos motivos. Durante a coletiva de imprensa realizada na segunda-feira (30), o governador Wilson Witzel (PSC) alegou que a situação será normalizada com os hospitais de campanha. 

Em nota, a secretaria Municipal de Saúde informou que a ‘Rio Saúde’, empresa municipal de saúde, assumirá nos próximos dias a gestão da unidade e reabrirá os leitos. E afirmou que foi ‘justamente por problemas de gestão como estes, por não prestar um bom serviço à população, a organização social que hoje administra a unidade está sendo trocada’.

Também defendeu que a empresa Rio Saúde apresenta bons resultados de gestão e assistenciais e irá reestabelecer serviços do hospital tão logo assuma a unidade.

 

 

Mais Recentes da CNN