Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entenda a Síndrome de Truman, em que pessoas acreditam viver em um reality show

    O termo foi criado em 2008 e faz referência à ficção "O Show de Truman" estrelado por Jim Carrey

    "O Show de Truman" foi inspiração para criação do termo "Síndrome de Truman", em que pessoas acreditam viver em um reality show
    "O Show de Truman" foi inspiração para criação do termo "Síndrome de Truman", em que pessoas acreditam viver em um reality show Divulgação

    Gabriela Maraccinida CNN

    Imagine viver uma vida em que todas as pessoas ao seu redor são atores, a cidade onde vive é um grande cenário e tudo o que acontece no seu entorno está milimetricamente filmado e controlado por outras pessoas. Tudo o que você vive não passa de um reality show.

    A história parece familiar, né?! Esse é o enredo do filme “O Show de Truman”, lançado em 1998 e estrelado por Jim Carrey. Também é algo semelhante ao que vemos em reality shows de confinamento, como no BBB (Big Brother Brasil).

    Inclusive, o assunto ganhou notoriedade após Vanessa Lopes, ex-participante do reality, ter gerado perplexidade ao sugerir que seus colegas eram atores colocados no programa para a manipularem. Alguns internautas acharam a teoria da sister semelhante ao enredo da ficção.

    Porém, para algumas pessoas, a sensação de estar sendo gravado não é mera fantasia. O termo “Síndrome de Truman” foi usado pela primeira vez em 2008 pelo psiquiatra Joel e o neurofilósofo Ian Gold.

    Em um estudo, os irmãos descreveram uma série de pacientes que apresentam delírios nos quais eram participantes de um reality show que transmitia sua vida diária para o entretenimento de outras pessoas – assim como aconteceu com o personagem de Carrey e como acontece na dinâmica do BBB.

    O que é síndrome de Truman?

    Segundo Alexandre Valença, psiquiatra forense da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), a Síndrome de Truman é uma condição clínica na qual uma pessoa pensa estar imersa em um espetáculo onde ela é a protagonista.

    “Através de um delírio, a pessoa pensa que sua vida é um reality show e que está sendo vista por todos através de câmeras”, explica o especialista à CNN. “Quem sofre com o delírio tem a sensação de que existe um diretor fora do campo de visão, como se ele estivesse guiando o indivíduo em todas as cenas de sua vida”, completa.

    A Síndrome de Truman não é reconhecida como uma síndrome de fato por entidades médicas. Mas, apesar disso, pode estar relacionada a outros transtornos psiquiátricos, como:

    • Transtorno de ansiedade generalizada;
    • Transtorno de personalidade;
    • Esquizofrenia;
    • Transtorno bipolar;
    • Transtorno de Borderline.

    “A condição pode ser um sintoma inicial de esquizofrenia, mas também pode acontecer no transtorno bipolar, principalmente em quadros que são acompanhados de sintomas psicóticos, como delírios e alucinações, além de poder estar associado a transtorno psicótico induzido por abuso de substâncias, como cocaína e anfetamina”, completa Alexandre.

    O diagnóstico do transtorno que pode estar relacionado aos sinais de Síndrome de Truman deve ser feito por um médico psiquiatra. Também é esse o profissional que irá prescrever o melhor tratamento, que pode incluir medicação, terapia cognitiva-comportamental e terapia ocupacional.

    Como a síndrome de Truman se manifesta?

    A Síndrome de Truman pode se manifestar de maneira física e emocional. “Isso pode acontecer de maneira sutil ou mais intensa. Muitas vezes, o indivíduo pode começar a ficar irritadiço, tenso ou até mesmo com mal-estar físico, com sintomas como dor no peito, falta de ar e insônia”, afirma Ivan Ho, psiquiatra na Rede de Hospitais São Camilo, de São Paulo, à CNN.

    Em relação aos sintomas psicóticos, a pessoa com um quadro de Síndrome de Truman pode ter ideais de perseguição, delírios, alucinações auditivas e visuais e ter sentimentos de grandeza.

    “Ela enxerga e ouve algo que ninguém mais vê ou escuta, pode achar que é muito importante e que, por isso, está sendo gravada”, diz o psquiatra.

    Quais são os fatores de risco?

    Entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de sintomas da Síndrome de Truman é ter transtornos psiquiátricos relacionados. Além disso, a pré-disposição genética também é um fator associado a doenças psiquiátricas.

    “Nós sabemos que transtornos como a esquizofrenia e o transtorno bipolar têm componentes genéticos importantes para o seu desenvolvimento. Além disso, ter vivido situações de abuso e negligência na infância também podem ser fatores de risco”, explica Alexandre.

    Além disso, o uso excessivo de redes sociais também pode desencadear sintomas de delírio semelhantes aos da Síndrome de Truman, na visão dos especialistas.

    “O mundo atual, com as redes sociais, impacta a saúde mental da maioria das pessoas, podendo, sim, desencadear ou agravar o sofrimento mental”, afirma Ivo Ho.