Entenda por que a obesidade é fator de risco para o novo coronavírus

Órgãos como fígado, pâncreas e os vasos sanguíneos sofrem e levam e contribuem para um quadro inflamatório generalizado

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Ministério da Saúde considera a obesidade um fator de risco para doenças como o novo coronavírus.

Pessoas com excesso de gordura corporal têm mais chances de ser menos eficientes na resposta imunológica. Além disso, quem é obeso tem mais chances de ser diabético e hipertenso, o que aumenta ainda mais o risco.

Quando a pessoa engorda demais e se torna obesa, as células de gordura, conhecidas como adipócitos, crescem desordenadamente. O corpo tenta acompanhar, criando novos vasos para levar oxigênio para essas células, mas chega uma hora que não consegue mais.

Sem oxigênio, vem a inflamação e, com a inflamação, a imunossupressão, que é a redução da atividade ou eficiência do sistema imunológico, aumentando o quadro inflamatório e reduzindo ações anti-inflamatórias.

Órgãos como fígado, pâncreas e os vasos sanguíneos também sofrem e levam e contribuem para um quadro inflamatório generalizado.

Simulação de como o coronavírus ataca o pulmão
Simulação de como o coronavírus ataca o pulmão
Foto: CNN

 

Mais Recentes da CNN