Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estudo mostra que vacina da Janssen é eficaz contra variante Delta

    Realizado na África do Sul, o estudo mostrou que a Janssen reduz a internação de infectados com variante Delta em 71% e reduziu as mortes em até 95%

    Estudo realizado na África do Sul mostrou que o imunizante da Janssen é eficaz contra a variante Delta da Covid-19
    Estudo realizado na África do Sul mostrou que o imunizante da Janssen é eficaz contra a variante Delta da Covid-19 Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Governo do Estado de Santa Catarina

    Tiago Tortella e Douglas Porto, da CNN, em São Paulo

    Um estudo chamado Sisonke realizado com 477.234 trabalhadores da saúde na África do Sul mostrou que a vacina da Janssen, de dose única contra Covid-19, é eficaz contra a variante Delta da doença. 

    Nos testes realizados entre 17 de fevereiro e 17 de maio, o imunizante produzido pela Johnson e Johnson evitou a hospitalização média de 66% das pessoas, sendo 71% dos casos da variante Delta e 67% da variante da Beta. O percentual de proteção contra mortes ficou entre 91% e 95%.

    Após a vacinação, 96% dos infectados apresentaram sintomas leves, 3% moderados, menos de 0,05% severos. Ainda foram registradas menos de 0,05% de mortes.

    Durante os estudos foram identificados dois casos raros de trombose, onde ambos se recuperaram totalmente. 

    Proteção do imunizante

    Entre 28 e 90 dias após a imunização, a duração da proteção contra hospitalização foi de 65%. Já entre 90 e 120 dias, o percentual de proteção continuou o mesmo. A durabilidade da resposta imunológica é de 8 meses. 

     “Toda a informação sobre a resposta imune indica boa e duradoura resposta contra a Variante Delta”, disse Linda-Gail Bekker, uma das coordenadoras do estudo.