Existe tratamento a oferecer contra Covid-19, mas não é precoce, diz pesquisador

Em entrevista à CNN, o pesquisador da Fiocruz Julio Croda explicou que o tratamento da Covid-19 não se trata da prescrição de medicamentos sem eficácia

Produzido por Layane Serrano, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em entrevista à CNN, o infectologista e pesquisador da Fiocruz Julio Croda ressaltou que “existe algum tratamento a oferecer” contra a Covid-19, mas não se trata do chamado “tratamento precoce”, baseado em remédios sem eficácia comprovada, como a hidroxicloroquina e a ivermectina. 

“Não é um tratamento preventivo com drogas não efetivas, como é difundido”, disse Croda. “Temos que separar o que realmente funciona e o que é recomendado pelas principais agências regulatórias do mundo todo, inclusive a Anvisa, do que foi difundido no Brasil em termos de uso indiscriminado de medicações sem nenhuma comprovação científica.”

Nesta sexta-feira (18), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouviu os médicos Ricardo Ariel Zimerman e Francisco Eduardo Cardoso Alves, que são favoráveis ao tratamento.

O pesquisador da Fiocruz Julio Croda em entrevista à CNN
O pesquisador da Fiocruz Julio Croda falou à CNN sobre a difusão do tratamento sem eficácia contra a Covid-19 no Brasil
Foto: Reprodução / CNN

(Publicado por Bruna Baddini)

Mais Recentes da CNN