Falar por videoconferência ajuda pessoas mais velhas a evitar demência

Uso de aplicativos de videoconferência durante pandemia mostrou resultados positivos no declínio cognitivo de pessoas acima dos 50 anos

Grupo de amigas idosas se conversas via videochamada durante a quarentena (13.mai.2020)
Grupo de amigas idosas se conversas via videochamada durante a quarentena (13.mai.2020) Foto: CNN Brasil

Rob Picheta, da CNN, em Londres

Ouvir notícia

Falar sobre serviços de videoconferência como o Zoom durante a pandemia do coronavírus ajudou pessoas mais velhas a evitar os efeitos da demência, sugeriu um novo estudo.

Os pesquisadores descobriram que a comunicação regular ajuda a manter a memória de longo prazo, e os idosos que costumam usar ferramentas online apresentaram menos declínio na memória do que aqueles que não o fazem.

 O estudo, do Instituto Geller de Envelhecimento e Memória da University of West London, estudou a comunicação de 11.418 homens e mulheres com mais de 50 anos.

Eles foram questionados com que frequência interagiram com amigos e familiares online, no telefone e pessoalmente, e então completaram testes de memória que envolviam relembrar uma lista de 10 palavras em vários intervalos.

Os participantes que usaram apenas a comunicação “tradicional” face a face mostraram mais sinais de declínio cognitivo do que aqueles que usaram a tecnologia para manter contato com amigos e familiares.

“Isso mostra pela primeira vez o impacto de interações diversas, frequentes e significativas na memória de longo prazo e, especificamente, como a suplementação de métodos mais tradicionais com atividade social online pode alcançar isso entre os adultos mais velhos”, afirmou o autor do estudo, Snorri Rafnsson.

“Com cada vez mais adultos mais velhos usando a comunicação online com tanta frequência, especialmente durante o ano passado de bloqueios globais, isso levanta a questão de até que ponto a tecnologia pode ajudar a manter relacionamentos e superar o isolamento social, e como isso também pode ajudar a manter a saúde do cérebro”, questionou.

Como a pandemia forçou as pessoas a ficarem separadas, ferramentas de videoconferência como Zoom, Skype e Google Meet explodiram em popularidade.

Nos últimos meses, o Zoom surgiu como o aplicativo mais baixado na Apple App Store, quebrando repetidamente seus recordes de download.

Um estudo do ano passado descobriu que o pensamento negativo está ligado à demência em idades mais avançadas. E outra pesquisa descobriu que a apatia, a diminuição da motivação e do comportamento direcionado a um objetivo, também pode ser um gatilho em adultos mais velhos.

Mais Recentes da CNN