Ficamos às cegas após apagão no sistema da Saúde, diz coordenador da Fiocruz

Boletim InfoGripe não tem atualizações há quatro semanas pela falta de dados brutos sobre a Síndrome Respiratório Aguda Grave (SRAG) no país

Douglas PortoDuda Cambraiada CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

O coordenador do InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marcelo Gomes, afirmou, nesta quinta-feira (6), em entrevista à CNN, que o apagão nos dados do Ministério da Saúde após o ataque cibernético em 10 de dezembro, deixou às cegas as informações sobre a Covid-19 e demais doenças respiratórias no país.

Gomes explica que a última atualização do boletim InfoGripe foi realizada com dados da última semana de novembro do ano passado. Com isso, já são quatro semanas sem avanço nos registros da doença no país.

“Se não temos os dados brutos dos casos individuais de Síndrome Respiratório Aguda Grave (SRAG) em todo país, que alimenta o InfoGripe, a gente fica às cegas, basicamente”, declarou Gomes.

“Não conseguimos auxiliar o Ministério da Saúde, as secretarias municipais e estaduais de saúde, porque os boletins do InfoGripe eles fazem parte da Rede Nacional de Vigilância de Vírus Respiratórios. Atualizamos nossos sistemas e repassamos essas analises para todas essas equipes e também para a população”, continuou.

O problema também afeta o MonitoraCovid, da Fiocruz. O boletim, aberto ao público, ajuda a mostrar o panorama de casos de Covid-19 no país. Esses dados são fundamentais para ajudar a orientar governadores e prefeitos e demais gestores a criarem estratégias e medidas eficazes para conter o avanço do vírus.

O último cenário apontava como estavam os casos de coronavírus no Brasil no fim de novembro de 2021, quando ainda não tínhamos a Ômicron circulando por aqui. Até o momento, sem as informações atualizadas, não é possível observar a dinâmica desta nova variante no país.

À CNN, o Ministério da Saúde alegou, em nota, que as plataformas e-SUS Notifica, Sivep-Gripe, SI-PNI e Conecte SUS foram restabelecidas, possibilitando a inclusão de dados por estados e municípios. Porém, informa que “alguns dos dados lançados podem ainda não constar nas interfaces dos sistemas”, sem dar detalhes das razões deste problema.

(*Com informações de Iuri Corsini, da CNN)

Mais Recentes da CNN