Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fim da poliomielite “não está garantido” e é necessário apoio, diz Bill Gates

    Gates disse haver complacência no combate à doença viral mortal

    O empresário e filantropo Bill Gates em evento realizado em Londres em 2023
    O empresário e filantropo Bill Gates em evento realizado em Londres em 2023 Justin Tallis - WPA Pool/Getty Images

    Jennifer Rigbyda Reuters

    O sucesso na luta para erradicar a poliomielite não está garantido, de acordo com o bilionário da tecnologia que se tornou filantropo Bill Gates, cuja fundação investiu bilhões nesta campanha.

    Gates disse haver complacência no combate à doença viral mortal enquanto agradecia no domingo (28) a promessa da Arábia Saudita de investir US$ 500 milhões (mais de R$ 2,5 bilhões) para combater a poliomielite nos próximos cinco anos, se tornando, ao lado dos Estados Unidos, os maiores doadores governamentais da causa.

    No entanto, ainda faltam US$ 1,2 bilhão (R$ 6,1 bilhões) no orçamento total de US$ 4,8 bilhões (R$ 24,5 bilhões) necessário para a Iniciativa Global de Erradicação da Poliomielite (GPEI) até 2026, disse um porta-voz. O dinheiro da Arábia Saudita contribuirá para preencher essa lacuna.

    A Arábia Saudita apoia a erradicação da poliomielite há mais de 20 anos, mas o aumento significativo do financiamento ocorre em um contexto de situação “desafiadora”, disse Abdullah Al Moallem, diretor de saúde do Centro de Ajuda Humanitária King Salman, o braço humanitário do reino.

    Os casos de poliomielite, uma doença viral que causava paralisia infantil em milhares de crianças todos os anos, diminuíram mais de 99% desde 1988, graças às campanhas de vacinação em massa.

    Mas o objetivo de reduzir os casos a zero, especialmente nos dois países onde a forma selvagem do vírus continua endêmica – Afeganistão e Paquistão – tem sido dificultado pela insegurança nas regiões onde muitas crianças continuam sem se vacinar.

    “Não é garantido que teremos sucesso”, disse Gates à Reuters numa teleconferência online na semana passada. “Sinto que podemos ter sucesso, mas tem sido difícil.”

    Pode tomar vacina com sintomas de gripe ou Covid? Entenda