Funcionários do Hospital das Clínicas têm mais Covid-19 que médicos, diz estudo

Funcionários de baixa renda são mais infectados por coronavírus do que médicos no Hospital das Clínicas, mostra estudo

Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia
 
Hospital das Clínicas de São Paulo
Fachada do Hospital das Clínicas de São Paulo (26.dez.2007)
Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo

Os funcionários de baixa renda do Hospital das Clínicas de São Paulo são  mais infectados por Covid-19 do que os médicos que tratam pacientes em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). A informação é uma prévia de um estudo da instituição realizado entre funcionários.

Para o inquérito sorológico que originou a pesquisa, cerca de 5 mil profissionais do HC foram testados. Entre os médicos que cuidam de pacientes mais graves, apenas 6% testaram positivo para a Covid-19.

Segundo o Hospital das Clínicas, o estudo também revela que, entre os funcionários de baixa renda, a prevalência do novo coronavírus foi de 45% – ou seja, eles foram infectados mais do que os médicos que estão mais expostos ao vírus.

Ainda de acordo com a instituição, o que poderia explicar esses dados são “fatores externos ao hospital”, como o deslocamento até o local de trabalho, que pode ser feito por transporte público. “Esses fatores se mostraram de risco ainda maiores do que o próprio trabalho em um ambiente hospitalar”, disse o Hospital das Clínicas, em nota. 

O estudo com a testagem dos profissionais de saúde da instituição ainda não foi publicado.

Leia também: 

        Pfizer deve ampliar número de voluntários em testes de vacina contra a Covid-19

        Nando Reis participa de projeto para arrecadar doações ao Hospital das Clínicas

(Edição: Amauri Arrais)

Mais Recentes da CNN