Governador do Rio de Janeiro reconhece risco de possível quarta onda no estado

Cláudio Castro detalhou medidas no combate à doença

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro admitiu à CNN que o estado pode passar por uma quarta onda de contaminações pela novo coronavírus. A declaração foi dada neste sábado (5) durante um compromisso oficial do governo. 

Castro ressaltou que o governo estadual já toma medidas para tentar reduzir o impacto de uma possível quarta onda no Rio. Ele destacou ainda que os dados epidemiológicos são analisados diariamente. 

“A gente já está se preparando sim, fazendo a manutenção dos leitos abertos, o que não aconteceu da primeira para a segunda onda. Agora também estamos mantendo os leitos abertos e analisando os dados no dia a dia, a gente vai ter capacidade de enfrentar”, disse o governador do Rio.  

Movimentação no Saara, centro do Rio de Janeiro, em meio à pandemia de Covid-19
Movimentação no Saara, centro do Rio de Janeiro, em meio à pandemia de Covid-19
Foto: João Gabriel Alves/Enquadrar/Estadão Conteúdo (9.abr.2021)

 

Na sexta-feira (05), a CNN revelou um documento da secretaria estadual de saúde em que indicou a “necessidade de ampliar oferta de leitos de UTI” para pacientes com Covid-19 em virtude da “possibilidade da chegada de uma quarta onda” de contaminação pela doença.

O estado do Rio de Janeiro registrou, nesta semana, 11 cidades com 100% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados e 22 cidades  com ocupação com leitos de UTI com pouco mais de 80% de ocupação. Os dados são da plataforma oficial do governo estadual, Painel Monitora Covid-19. 

O estado já registra mais de 51 mil óbitos em decorrência da Covid-19. Até o momento, são 816 mil casos da doença no estado. Dessa forma, 298 fluminenses morrem a cada 100 mil infectados pelo coronavírus.

Mais Recentes da CNN