Governo de São Paulo decide nesta quinta se ministrará dose única da Coronavac

Governo do estado apresentará os dados da eficácia do imunizante amanhã

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Centro de Contingência do governo de São Paulo, que coordena o combate à pandemia no estado, vai decidir nesta quinta-feira (7) a possibilidade de aplicar uma dose única da Coronavac na população, vacina contra a Covid-19 — desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Isso acontecerá quando tiverem em mãos o índice de eficácia do imunizante. A informação é da âncora da CNN Daniela Lima.

Assista e leia também:

Autoridades de SP descartam Carnaval em julho e buscam ação com outras cidades

Estado de SP irá retomar aulas presenciais em fevereiro com até 35% dos alunos

São Paulo vai ter 60 milhões de doses da Coronavac até março

A ideia é que se os dados de eficácia de uma dose forem muito próximos aos atingidos pelas duas doses, vale mas a pena, na avaliação dos integrantes do Centro de Contigência, utilizar as 18 milhões de doses na primeira fase do plano de vacinação, por exemplo, para imunizar 18 milhões de pessoas — mais da metade da população apta a receber a vacina em São Paulo — do que usar as 18 milhões de doses para vacinar apenas 9 milhões de indivíduos — que fazem parte do grupo prioritário.

 

Mais Recentes da CNN