Governo de SP repassa mais 3,4 milhões de doses da Coronavac ao PNI

Restam menos de 10 milhões de doses para o Instituto Butantan cumprir o acordo de fornecimento de 46 milhões de doses da Coronavac até o final do mês de abril

Weslley Galzo, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 O governo do estado de São Paulo entrega nesta quarta-feira (31) mais um lote com doses da vacina Coronavac ao Ministério da Saúde. Na nova remessa serão enviadas 3,4 milhões de doses do imunizante para integrar o Programa Nacional de Imunização (PNI). 

Com este novo lote, o estado que sedia o Instituto Butantan já entregou 36,2 milhões de doses da vacina, portanto, restam menos de 10 milhões de doses para o governo estadual cumprir o acordo firmado com o governo federal de entrega de 46 milhões de doses do imunizante até o final do mês de abril.

Embalagem oficial da Coronavac, vacina do Instituto Butantan
Embalagem oficial da Coronavac, vacina do Instituto Butantan
Foto: Divulgação/Instituto Butantan

Somente nesta semana foram entregues dois carregamentos que somam 8,4 milhões de doses. O acordo de distribuição federal da vacina produzida em São Paulo passou a valer no dia 17 janeiro, com os ganhos de produtividade e aceleração nos trâmites de importação do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), o mês de março entregou 22,7 milhões de dose, mais do que a soma dos repasses ocorridos nos dois primeiros meses do ano.

Com o fim da primeira fase de repasses ao PNI, em abril, o Instituto Butantan realiza estudos para garantir a entrega de mais 54 milhões de doses da vacina Coronavac até o final do mês de agosto, que, caso ocorra, totalizará ao final do processo 100 milhões de doses entregues ao Ministério da Saúde.

No dia 4 de março, o Butantan recebeu uma nova remessa de 8,2 mil litros de IFA, que garantiu a produção de 14 milhões de doses. O instituto disse ter remanejado o quadro de funcionários para acelerar a produção e envase da vacina diante da urgência de ampliação da campanha de vacinação.

Mais Recentes da CNN