Não pode haver disputa entre estados brasileiros pela vacina, diz Barbalho

Segundo governador do Pará, chefes dos Executivos estaduais pediram a Eduardo Pazuello que o Ministério da Saúde lidere o processo de compra do imunizante

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Após reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse que o governo federal se comprometeu a comprar vacinas contra a Covid-19 autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Alinhamos que qualquer vacina que esteja autorizada pelas quatro agências internacionais [dos Estados Unidos, União Europeia, Japão e China], de acordo com a lei federal, em 72 horas a Anvisa estará com a responsabilidade de revalidá-las e certificá-las para uso nacional”, disse Barbalho.

Leia também:

Reunião com governadores tem tensão entre Doria e Pazuello
Flávio Dino pede ao STF que Maranhão possa comprar vacina sem aval da Anvisa
‘É crítico abrir mão de avaliação’, diz gerente da Anvisa sobre pedido de Dino

O governador paraense ainda afirmou que a reunião com Pazuello teve apelo dos demais governantes estaduais para que o Ministério da Saúde lidere o processo de compra da vacina. 

“Não se pode, de maneira alguma, haver disputa entre estados brasileiros. No momento em que tiver uma vacina liberada pela Anvisa, que ela possa chegar de maneira igual para todos os brasileiros, de acordo com a estratégia de grupos prioritários, mas que nenhum brasileiro fique sem a igualdade na oportunidade de estar se vacinando”, afirmou Barbalho.

Helder Barbalho, governador do Pará
Helder Barbalho, governador do Pará, falou com jornalistas após reunião com ministro da Saúde
Foto: CNN Brasil (8.dez.2020)

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN