Hospitais de SP vão fazer testes com plasma de curados da COVID-19

Experimento foi liberado pela Anvisa e tem como objetivo combater o novo coronavírus

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Os hospitais Israelita Albert Einstein, que registrou a primeira morte por coronavírus neste domingo (5), e Sírio-Libanês vão realizar testes clínicos com o plasma de pacientes curados do novo coronavírus.

As duas unidades médicas receberam autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para começar a fazer testes clínicos com plasma de pacientes que já se recuperaram do coronavírus em doentes em estado grave.

Em nota, a Agência Naional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reconheceu que o plasma tem potencial de ser uma opção para tratamento da doença. Entretanto, pediu cautela na utilização do material, já que ainda não comprova uma real eficácia. 

O plasma é a parte líquida do sangue, e o seu uso, quando retirado de pacientes recuperados, já registrou eficácia em surtos de outras infecções respiratórias, como influenza H1N1, epidemia de Síndrome Aguda Respiratória (chamada de Sars-CoV-1) e a epidemia de síndrome respiratória do Oriente médio (Mers-CoV).

Mais Recentes da CNN