Laboratório farmacêutico identifica compostos que podem inibir coronavírus

Pfizer informou que substâncias que tinha em desenvolvimento têm potencial para coibir reprodução de novo vírus.

Reuters

em Nova York

Ouvir notícia

A farmacêutica Pfizer informou nesta segunda-feira (2) que identificou compostos antivirais que têm o potencial de inibir o novo coronavírus (COVID-19).

As substâncias estavam em desenvolvimento pela empresa, que disse esperar obter os resultados dessa triagem até o final de março. Se alguns dos compostos forem bem-sucedidos, a gigante farmacêutica espera começar a testá-los até o fim do ano.

O diretor científico da Pfizer, Mikael Dolsten, foi um dos vários executivos do setor farmacêutico que se reuniu com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca, ainda nesta segunda. Em entrevista, Trump declarou que pediu a eles que acelerassem o desenvolvimento de uma vacina para a doença. 

Há mais de 89 mil casos de coronavírus em todo o mundo, com 3.056 mortes nesta segunda. Na semana passada, o Brasil identificou os dois primeiros casos em território nacional, em pacientes que retornaram recentemente da Itália— país mais afetado pela doença fora da Ásia, com mais de 1.600 casos confirmados.

 

Mais Recentes da CNN