Manaus suspende vacinação contra Covid-19 por 24 horas para reformular campanha

Suspensão da imunização nesta quinta-feira (21) será usada para definir critérios de vacinação; doses recebidas atendem apenas 34% dos profissionais da saúde

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria de Saúde do Amazonas e a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus anunciaram a suspensão nesta quinta-feira (21), por 24 horas, a campanha de vacinação dos profissionais de saúde contra o novo coronavírus na capital do estado.

A interrupção no programa em Manaus servirá para a reformulação da campanha nas unidades de saúde em razão da quantidade de doses de vacina disponibilizadas nessa primeira fase pelo Ministério da Saúde ser suficiente para apenas 34% dos profissionais da área.

A única exceção são os profissionais do Samu de Manaus, que receberão a vacina contra o novo coronavírus nesta quinta.

“Nesta quinta-feira (21) serão discutidos critérios que vão definir quais são os profissionais que terão prioridade para receber essas primeiras doses e quais as unidades de saúde prioritárias”, informou a secretaria estadual, em nota.

“A decisão sairá do Comitê de Resposta Rápida de Enfrentamento da Covid-19, integrado pelos três níveis de gestão – federal, estadual e municipal. E, após isso, as unidades de saúde deverão enviar a lista nominal dos profissionais, com o setor em que cada um trabalha, para reprogramar a vacinação nas unidades”, explicou o governo estadual.

De acordo com a secretaria, neste primeiro momento devem ser priorizados os profissionais da saúde que estiverem mais expostos à Covid-19, levando em consideração fatores como comorbidade e idade.

A suspensão da vacinação no estado acontece após o Ministério Público e Tribunal de Contas se manifestarem sobre denúncias de que pessoas fora da lista de prioridade estariam recebendo a vacina no estado. 

Vacinação em Manaus
Vacinação contra Covid-19 em Manaus começou na segunda-feira (18)
Foto: José Brito/CNN

Mais Recentes da CNN