Ministério da Saúde antecipa 3 milhões de doses da Janssen para junho

Anúncio foi feito por ministro Marcelo Queiroga, que celebrou antecipação da chegada de imunizante de dose única

Natália André, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta sexta-feira (4) que o país conseguiu antecipar a entrega de 3 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19 para junho.

A pasta tem um contrato com a empresa Johnson & Johnson, que abriga a farmacêutica Janssen, com entrega prevista de 38 milhões de imunizantes ao Brasil entre outubro e dezembro de 2021. As doses adiantadas em junho, segundo Queiroga, sairão desse montante. O restante será entregue dentro do acordo estabelecido com o ministério.

“Nós já tínhamos acertado com a Janssen 38 milhões de doses da vacina, mas conseguimos antecipar 3 milhões. Vai chegar agora no mês de junho”, disse o ministro. “A principal característica dessa vacina é que ela é dose única. Sendo assim, são 3 milhões de brasileiros a mais imunizados de forma completa contra a Covid-19”, completou.

Ainda de acordo com Queiroga, será definido ainda hoje a data de entrega das vacinas em junho.

‘Prioridade é vacinação’

O ministro da Saúde também falou sobre medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19 e comentou as ações para conter a cepa que teve origem na Índia.

“A resposta a essas ameaças [novas variantes] é acelerar a campanha de vacinação. Essa atitude é o que temos feito aqui”, disse. “A prioridade número um do ministério é a vacinação, a segunda e terceira, também.”

Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

 

Mais Recentes da CNN