OMS diz que há crianças entre os mortos pelo novo coronavírus

Informação foi confirmada nesta segunda-feira durante coletiva de imprensa

Pedestres usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em Bangkok, na Tailândia
Pedestres usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em Bangkok, na Tailândia Foto: Jorge Silva - 09.mar.2020/ Reuters

Da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou nesta segunda-feira (16) que há registro de morte de crianças entre as vítimas do novo coronavírus. A técnica-chefe da OMS, Maria Van Kerkhove, disse que não há muitos dados sobre como essa doença afeta as crianças e nem divulgou números, mas pela primeira vez a entidade divulgou que crianças morreram por causa da doença.

Duante a entrevista coletiva em Genebra, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse que cerca de 1,5 milhão de testes para o COVID-19 foram enviados a 120 países.

“Estamos trabalhando com empresas para aumentar a disponibilidade de testes para os mais necessitados”, disse Adhanom. “O modo mais eficaz de prevenir infecções e salvar vidas é quebrar as correntes de transmissão, e para fazer isso é preciso fazer o teste e ficar em isolamento. Não se pode combater um incêndio sem ver e não podemos parar essa pandemia se não soubermos quem está infectado”, afirmou ele.

“Temos uma simples mensagem para todos os países: teste, teste, teste”, ressaltou Adhanom.

Van Kerkhove disse que “o motivo porque estamos tão agressivos em nosso comunicado sobre encontrar todos os casos e fazer os testes é porque precisamos saber onde esse vírus está”. “É importante não desistir. Precisamos encontrar todos esses casos para que possamos isolá-los e reduzir o risco de transmissão continuada”, afirmou ela.

Mais Recentes da CNN