Opas: Não vacinados na Europa podem acelerar transmissão de novas variantes

Diretor-assistente de organização ligada à OMS, Jarbas Barbosa alertou para o risco do surgimento de novas cepas por causa de baixa vacinação no continente

da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, o médico sanitarista e diretor-assistente da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Jarbas Barbosa, alertou para o risco do surgimento e transmissão de novas variantes do coronavírus entre os não vacinados da Europa.

Países europeus endurecem cada vez mais as restrições contra a Covid-19 por causa do aumento do número de novos casos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já sinalizou que a chegada do inverno ao continente pode levar meio milhão de pessoas a morrer em decorrência da doença.

Para Barbosa, a dúvida sobre a vacinação é um fenômeno que atingiu com força a Europa e, segundo ele, por causa de dois fatores.

“Em parte, é pelo desconhecimento das pessoas [sobre os benefícios da vacina] e, também, porque tanto a pandemia quanto a vacinação foram muito politizadas, no mau sentido da palavra. Determinados grupos políticos tomaram a oposição à vacina como defesa de liberdade e outros argumentos”, disse.

Por isso, o médico afirmou que foi criado um “paradoxo” nos países desenvolvidos, que têm grandes quantidades de imunizantes disponíveis, mas muitos não conseguem ultrapassar os 65% da população vacinadas há meses.

“O pior é que nesses países não há homogeneidade na distribuição. Na Alemanha, por exemplo, a região da Bavária sempre se opôs fortemente às vacinações e às medidas de saúde publica”, apontou Barbosa.

“Ou seja, esse grupo de não vacinados está muito concentrado e facilita deles serem um acelerador de transmissão quando surge uma nova variante, como a Delta, que já é predominante no mundo inteiro.”

Em resposta a esse movimento, o médico afirmou que é muito importante que os países tenham estratégias de comunicação de saúde pública para aumentar a cobertura vacinal de forma igualitária entre todas as regiões da Europa.

Veja a vacinação contra a Covid-19 no Brasil e no mundo

Mais Recentes da CNN