Pacientes recuperam olfato no 1º mês, diz médica sobre protocolo contra Covid

Protocolo conduzido por Arianna Di Stadio já recuperou 87% dos pacientes no prazo de três meses

Produzido por Juliana Alves, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em entrevista à CNN, a médica italiana e cientista especialista em doenças neurodegenerativas Arianna Di Stadio reforçou que o novo tratamento contra a anosmia pós-Covid, ou seja, as pessoas que perdem olfato e ficam com paladar irregular depois da infecção, varia em cada pessoa. O protocolo inédito no mundo desenvolvido por ela já recuperou 87% dos pacientes no prazo de três meses. 

“Esperamos que no fim do tratamento, aproximadamente depois de 90 dias, os pacientes tenham uma linha de recuperação”, explicou a profissional da saúde.

“[A recuperação] Normalmente é individual e sabemos que algumas pessoas respondem melhor e outras pior. De qualquer forma, os pacientes sempre melhoram.” 

Uma das características do protocolo é justamente o processo de reabilitação, porque cada pessoa possui referências próprias do sentido. “Os italianos, por exemplo, conhecem o cheiro do café expresso diferentemente de um estangeiro, que vai querer sentir o odor do café parecido com o do americano”, explicou. 

Segundo Arianna, atualmente há 700 pessoas sendo tratadas. No entanto, ela destaca que há pelo menos mais 1.500 na lista de espera.

 Médica italiana Arianna Di Stadio falou à CNN sobre tratamento de anosmia
Médica italiana Arianna Di Stadio falou à CNN sobre tratamento de anosmia (06.ago.2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN