Período crítico do novo coronavírus no Brasil será entre maio e agosto

Ministério da Saúde revisou previsão inicial para momento mais agudo da proliferação da doença

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O Ministério da Saúde fez uma nova previsão de quando ocorrerá o pico de contaminação do novo coronavírus no Brasil: entre maio e agosto. Inicialmente, a pasta previa que o estágio mais agudo ocorreria entre maio e junho. Mas agora, em e-mail enviado à CNN, o ministério revisou o prognóstico.

Sérgio Cimerman, coordenador científico da Sociedade Brasileira de Infectologia, entretanto, acredita que o período mais complicado deve vir entre maio e junho, porque além do coronavírus, os hospitais também vão ter que atender outras doenças respiratórias. 

Assista e leia também:
85% dos brasileiros acreditam que vida voltará ao normal até junho, diz pesquisa
Brasil pode ter 12 vezes o nº de casos oficiais de COVID-19, diz estudo

Para Ana Freitas, médica sanitarista do Instituto Emílio Ribas, por conta do Brasil ter dimensões continentais, o país poderá ter vários picos em momentos diferentes, dependendo do estado.

Os dois concordam que, assim que o Brasil atingir o pico, o alto nível de casos deve se manter por pelo menos um mês. Para os especialistas, só será possivel diminuir o isolamento social somente quando a curva entrar em declínio. Caso contrário, pode haver uma segunda onda da doença, ainda mais forte.

 

 

Mais Recentes da CNN