Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Pesquisadores criam pílula anticoncepcional masculina que imobiliza espermatozoides

    Segundo estudo publicado na revista Nature, uma dose única do remédio em camundongos os deixou temporariamente inférteis

    Getty Images/Science Photo Libra

    Da CNN

    Pesquisadores da Weill Cornell Medicine, nos Estados Unidos, desenvolveram uma pílula anticoncepcional masculina capaz de imobilizar espermatozoides. O remédio, livre de hormônios, testado em camundongos, e o estudo foi publicado na revista Natura na terça-feira (14).

    “O desenvolvimento de novos contraceptivos para homens é um desafio, pois após a puberdade, um homem produz cerca de 1.000 espermatozoides por segundo, e uma estratégia contraceptiva masculina precisa ser suficientemente eficaz para impedir que milhões de espermatozoides fertilizem o ovócito”, diz um trecho do estudo.

    Segundo os pesquisadores, o anticoncepcional age inibindo uma proteína chamada adenilato ciclase, essencial para a mobilidade e maturação dos espermatozoides.

    De acordo com o estudo, uma dose única do anticoncepcional tornou os camundongos temporariamente inférteis. Contudo, a fertilidade total retornou no dia seguinte após a aplicação.

    Em testes realizados em espermatozoides humanos, os resultados foram semelhantes aos observados em camundongos.

    Conforme os pesquisadores, como não envolve hormônios, a pílula provoca menos efeitos colaterais e é mais conveniente do que os métodos tradicionais.

    Mais testes ainda devem ser realizados e não há data para a pílula ser disponibilizada ao público.

    (Publicado por Lucas Schroeder)

    Leia também sobre como funciona a pílula do dia seguinte, quando tomar e dúvidas frequentes