Queda de resposta imunológica dos idosos é esperada, diz Luana Araújo

Infectologista e epidemiologista disse à CNN que esse grupo deve precisar de uma terceira dose

Produzido por Thiago Felix, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, a infectologista e epidemiologista Luana Araújo afirmou que a queda da resposta de imunológica de idosos às vacinas contra a Covid-19 depois de um determinado período de tempo é esperada.

“Sabemos que os imunizantes induzem essas respostas individualmente de forma diferente”, explica a profissional da saúde.

“Os idosos, por um fenômeno natural chamado imunossenescência, que é esse envelhecimento do organismo como um todo, acabam se tornando mais vulneráveis e menos responsivos ao estímulo vacinal.”

Terceira dose

Segundo Araújo dos dados de pesquisa até o momento indicam que esse grupo precisará de uma terceria dose.  Além disso, ela também destaca que aqueles que estão mais expostos, como profissionais de saúde, e os imunossuprimidos também podem precisar dessa aplicação.

No entanto, a epidemiologista reforça que antes dessa medida, a organização com relação às pessoas que ainda precisam da segunda dose deve ser agilizada.

“Não basta só fornecer uma terceira dose para os grupos que precisam dessa proteção extra, mas é preciso acelerar a segunda dose daqueles que estão no aguardo disso.”

O Ministério da Saúde planeja que os idosos recebam a terceira dose em setembro.

Medidas de precaução

A médica também criticou o relaxamento nas medidas de precaução com relação à doença, que, segundo ela, “estão sendo abandonadas dia a dia”.

“A hora que começamos a entender que estamos encarando uma variante [Delta] que está causando problemas, talvez não seja esse o momento de tomar uma decisão de flexibilização total”, afirmou.

“Talvez essa decisão seja um pouco equivocada nesse sentido, uma vez que enfrentamos uma situação que pode nos colocar de novo a ver um cenário que já passamos e isso não é de interesse de ninguém.”

A médica infectologista Luana Araújo em entrevista à CNN
A médica infectologista Luana Araújo em entrevista à CNN (19.ago.2021)
Foto: Reprodução / CNN

 

Mais Recentes da CNN