Queiroga descarta aplicação imediata de 3ª dose contra Covid-19

Em evento, ministro da Saúde disse que quer acelerar aplicação da segunda dose

Bruna Macedo, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, descartou a aplicação imediata da terceira dose da vacina contra a Covid-19 na população brasileira. A afirmação foi feita durante um evento em Guarulhos (SP), na manhã desta sexta-feira (20). 

De acordo com o ministro, se o Brasil tiver vacinas disponíveis até o final do ano, a aplicação de uma terceira dose vai ocorrer. No entanto, Queiroga disse que não dá para ter parte da população vacinada apenas com uma dose e já começar a imunizar outro grupo com dose de reforço.

O ministro criticou a vacinação de adolescentes em alguns estados enquanto outros ainda imunizam pessoas na faixa dos 30 anos. Queiroga afirmou que o “Brasil é um povo só” e precisa haver unidade nesse sentido.

O ministro da Saúde participou de evento no centro de distribuição e logística de vacinas contra a Covid-19 da pasta, em São Paulo. O objetivo era anunciar que, a partir de hoje, todas as informações em relação aos lotes recebidos e armazenados no local serão públicas, como parte do esforço em aumentar a transparência da distribuição dos imunizantes para os estados.

Virada da vacina em São Paulo (15-08-2021)
Virada da vacina em São Paulo
Foto: Reprodução/CNN Brasil (15.ago.2021)

 

Mais Recentes da CNN