Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rio quer iniciar aplicação de terceira dose de idosos em menos de duas semanas

    Paes e Soranz aguardam aval do comitê científico do município para implementar a medida

    Enfermeira em campanha de vacinação contra a Covid-19 na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro
    Enfermeira em campanha de vacinação contra a Covid-19 na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro Foto: Fernando Souza/picture alliance via Getty Images

    Stéfano Salles, da CNN, no Rio de Janeiro

    A cúpula da prefeitura do Rio de Janeiro já está decidida com relação à necessidade de aplicar uma terceira dose da vacina contra a Covid-19 em idosos. A ideia é dar preferência à revacinação, em vez de antecipar a aplicação da segunda dose na população mais jovem. O município aguarda apenas o aval do Comitê Especial de Enfrentamento da Covid-19, o chamado Comitê Científico, que se reúne na segunda-feira (23). 

    O município pretende revaciná-los ao mesmo tempo em que aplica a primeira dose da vacina nos adolescentes. Se a medida for aprovada pelo comitê, a expectativa é iniciar a vacinação na semana seguinte (de 29 de agosto a 4 de setembro), como explicou o prefeito Eduardo Paes (PSD) nesta sexta-feira, durante a apresentação semanal do boletim epidemiológico, no Centro de Operações e Resiliência (COR-Rio). 

    “A posição da prefeitura, que espero que seja ratificada pelo comitê científico, é que devemos priorizar a terceira dose para as pessoas mais velhas. Elas foram imunizadas há mais tempo e temos visto vários países do mundo fazendo isso desde o surgimento da variante Delta. Preferimos aplicar a terceira dose a imunizar os mais jovens. É importante agora proteger as pessoas mais vulneráveis”, afirmou o prefeito. 

    Durante a apresentação, o secretário municipal de Saúde Daniel Soranz lembrou que a cidade tem mais de 800 pacientes internados na rede SUS com quadros graves de Covid-19, e reforçou a importância de as pessoas se vacinarem. Principalmente os idosos. 

    “Nós tivemos 286 idosos internados com Covid-19 que não se vacinaram quando estavam elegíveis para isto. Nós vamos começar uma busca ativa intensa para localizar as pessoas que não tomaram ainda a primeira dose da vacina e, se você tiver a partir de 30 anos e ainda não tiver sido vacinado, procure um posto de vacinação”, afirmou Soranz. 

    A cidade conclui nesta sexta-feira (20) a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em maiores de 18 anos. A previsão original era que a meta fosse atingida em 23 de outubro. Até o momento, de acordo com o Painel Rio Covid-19, mantido pela SMS, 91,8% do público alvo já recebeu a primeira dose ou dose única, e 43,5% já apresenta esquema vacinal completo.