RJ registra menor fila de espera por leito de UTI para Covid-19 em quatro meses

Nove pessoas com suspeita ou confirmação do novo coronavírus estão na fila de espera por leito de Unidade de Terapia Intensiva; na capital, são cinco pacientes

Leitos de UTI no Hospital Ronaldo Gazzola, na zona norte do Rio de Janeiro, durante pandemia da Covid-19
Leitos de UTI no Hospital Ronaldo Gazzola, na zona norte do Rio de Janeiro, durante pandemia da Covid-19 Foto: Wilton Júnior/Estadão Conteúdo (10.mar.2021)

Mylena Guedes*, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Nove pessoas com suspeita ou confirmação da Covid-19 estão na fila de espera por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de acordo com dados atualizados do Painel do governo do estado do Rio de Janeiro, na tarde de quarta-feira (16). Este é o menor número de pessoas aguardando por uma vaga de terapia intensiva desde o dia 16 de fevereiro.

No momento, a taxa de ocupação das UTIs no município está em 71,6%. Treze pacientes esperam por um leito de enfermaria nos hospitais do estado para tratar a doença.

Enquanto isso, a Secretaria de Saúde do estado registrou mais 4.701 casos confirmados do novo coronavírus nas últimas 24 horas, contabilizando mais de 918 mil infectados desde o início da pandemia.

De acordo com a pasta, não significa que todos os casos ocorreram durante o período de um dia, já que a data de notificação e divulgação raramente coincidem.    

Já na capital fluminense, cinco pessoas aguardam por um leito para tratar a Covid-19 e 1.173 pacientes estão internados em decorrência da doença, segundo dados atualizados do Painel da prefeitura. A taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva no município está em 87%. 

(*Sob supervisão de Helena Vieira)

Mais Recentes da CNN