Secretário: Medidas restritivas no RJ seguem firmes com inverno e variante Delta

Prefeitura lançou nesta sexta-feira (6) os detalhes da festa de Réveillon deste ano, com 13 palcos espalhados pela cidade

Produzido por Helena Vieira, da CNN no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A prefeitura do Rio de Janeiro lançou nesta sexta-feira (6) os detalhes da festa de Réveillon deste ano, com 13 palcos espalhados pela cidade. Mesmo assim, o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, afirmou, em entrevista à CNN, que todas as medidas restritivas continuam mantidas. 

“Estamos em pleno inverno, com a variante delta circulando na cidade, com o número de casos de Covid-19 ainda aumentando, então é importante que a gente respeite as medidas restritivas, utilizando máscaras”, disse Soranz.

Segundo o secretário, podemos começar a “planejar o futuro”, já que a previsão é que a situação da doença comece a melhorar com o fim do inverno. “Planejamento prevê redução do número de casos, óbitos e principalmente aumento da cobertura vacinal.”

Soranz disse que a cidade tem hoje um pouco mais de 80% de todos os adultos com primeira dose e 35% com a segunda dose. “Precisamos avançar muito na cobertura de primeira dose, com mais de 90% [dos adultos vacinados] e 55% dos adultos com a segunda para começar essa primeira etapa.”

O secretário afirmou que espera-se que até o início do mês de novembro o Rio de Janeiro possa estar com toda população adulta vacinada, “inclusive com a segunda dose de vacina”.

Mais Recentes da CNN