Sem novos dados de quatro estados, Brasil registra 125 mortes por Covid em 24 h

Acre, Amapá, Piauí e Roraima não enviaram atualizações por conta de problemas técnicos no acesso à base de informações dos sistemas

No último mês, a taxa de positividade para o vírus respiratório teve uma queda de 50,7%.
No último mês, a taxa de positividade para o vírus respiratório teve uma queda de 50,7%. Rovena Rosa/Agência Brasil

Ingrid Oliveirada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil registrou 125 mortes e 21.344 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo atualização do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) realizada nesta quinta-feira (12).

As atualização não contam com novos dados Acre, Amapá, Piauí e Roraima por conta de problemas técnicos no acesso à base de informações dos sistemas. Dessa forma, por isso foram mantidas os mesmos números do dia anterior.

Com isso, a média móvel de mortes está em 106. Já a média de móvel de casos chegou a 16.420.

Os índices consideram a média de contaminações e de mortes registradas nos últimos sete dias. Os dados permitem o acompanhamento dos indicadores da pandemia sem eventuais distorções causadas por possível subnotificação aos fins de semana.

O país registrou 30.639.130 casos e 664.641 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Anvisa prorroga validade de uso emergencial de vacinas contra Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou, nesta quinta-feira (12), a prorrogação da validade das Autorizações de Uso Emergencial de medicamentos e vacinas para Covid-19. Com a medida, as autorizações atuais permanecerão válidas por mais um ano. Dentro deste prazo, as empresas que ainda possuem produtos nessa situação deverão solicitar o registro sanitário definitivo. Leia mais.

Estudo aponta persistência de sintomas dois anos após infecção por Covid

Dois anos após a infecção pelo coronavírus, metade dos pacientes internados em um hospital da China ainda apresentam pelo menos um sintoma. Os resultados são de um estudo de longo acompanhamento com a participação de 1.192 pessoas infectadas durante a primeira fase da pandemia em 2020. Leia mais.

Mais Recentes da CNN